• Magiic

O profissionalismo do e-commerce brasileiro. Você está preparado para esta nova regra?

Vivemos um momento de extrema competitividade. Atualmente, o gestor precisa tratar com certa naturalidade com os assuntos que antes eram mais restritos ao público técnico.


Não é uma questão de escolha, mas, como a pouco citado, o cenário atual, competitivo como é, faz com que os pequenos detalhes sejam cada vez mais importantes e em alguns momentos se tornaram fundamentais para o sucesso de uma empresa.


Infelizmente, ou felizmente, isso já não é mais uma escolha. A profissionalização do pequeno e médio varejista online tem sido cada vez mais necessária.


Podemos tomar como exemplo o comparativo entre um antigo varejista de rua e um atual vendedor de comércio online.


Apesar dos desafios sempre presentes na vida do empreendedor, independente da época, podemos citar alguns pontos, hoje fundamentais, mas outrora poderiam ser de certa forma negligenciados. Podemos iniciar a comparação citando o Estoque. Você não necessariamente precisava controlar seu estoque para vender em uma loja de rua. Você consegue vender, mesmo não tendo controle. Basta ter o produto disponível e caso não tenha, o cliente pode escolher por outro, ali mesmo no momento da compra. Já no mundo online, anunciar sem ter estoque pode gerar, além da frustração do cliente, uma demanda de atendimento ao ter que lidar com o cliente, mas também punições, especialmente se você trabalha com marketplaces.


Já no campo das finanças, o mundo off-line, vamos chamar assim as lojas de rua, os cálculos financeiros não envolviam comissões de plataformas e marketplaces, nem mesmo margens apertadas pela grande concorrência e facilidade do cliente em comparar preços entre concorrentes.


Uma operação tradicional de loja de rua, geralmente você depende menos de terceiros e a operação em si pode ser acompanhada de perto em todo o processo. Em tempos mais distantes, é muito mais provável o gestor estar presente em muitas partes da operação, pessoalmente, garantindo ali o sucesso da sua empresa. Já uma empresa do mundo online atual encontra diversas características diferentes. Trabalhando online ou tendo uma uma loja um e-commerce, você, por exemplo, precisa terceirizar uma parte ou todo o seu processo de entrega. Precisa também contar com a participação de terceiros para fazer propaganda, ou seja, novamente o processo não está inteiro em suas mãos. E se você ainda participa de marketplaces, por exemplo, você tem uma grande parte do seu processo (armazenamento, entrega etc) entregue na mão de parceiros. Fato que pode ser de maior relevância ainda caso você opte por usar um estoque terceirizado, o que nós conhecemos hoje como fulfillment, cada vez mais comum para quem participa de marketplaces. Não só comum, mas cada vez mais decisivo para você se destacar em meio aos outros lojistas



Quanto maior o nível de concorrência e competição, falamos também de margens mais curtas. Com isso cada ação pode fazer diferença e quando você negligencia algum detalhe, esta falha pode tirar do jogo.




E com a participação maior de terceiros em sua operação, além de ter controles mais aprimorados sobre suas ações, você também tem o trabalho de parceiros.


É por isso que fica cada vez mais evidente a necessidade do aumento do profissionalismo no e-commerce ou seja, está cada vez mais comum no dia a dia do varejista online assuntos referentes ao financeiro, contabilidade controle de estoque, gestão de equipe, necessidade de conhecer a operação de outras ferramentas, ferramentas estas que geralmente exigem um certo conhecimento técnico e estratégia para serem colocadas em prática.


Será que um lojista comum de rua tinha algo parecido com uma gestão de campanha de Ads? Acredito que não.


Abrir ou gerenciar sua empresa online deixou de ser um desafio financeiro, mas passou a ser um desafio estratégico e administrativo. E isso acomete o empreendedor desde os seus primeiros passos online.


A venda online democratizou uma série de benefícios, fez as lojas terem um enorme poder de penetração no mercado. Mas ao mesmo tempo também trouxe problemas e preocupações que antes eram apenas os grandes varejistas para rotina dos médios e pequenos lojistas online.


Se você pretende entrar neste ecossistema ou se de alguma forma procura aprimorar o seu negócio, saiba que cada vez mais vai ser necessário você se aprofundar em assuntos que talvez você não tenha domínio.


A boa notícia é que junto com tudo isso vem a facilidade ao acesso de informação como vídeos no YouTube, Podcasts, Grupos no WhatsApp e conteúdos em redes sociais.


Outra boa notícia é que, com o aumento da necessidade e a popularização do e-commerce ,também ficaram muito mais baratas as ferramentas que antes apenas os grandes tinham acesso. Nesse momento, pequenos e médios também possuem acesso a ferramentas poderosas que podem ajudar a enfrentar esses desafios citados a pouco.


Mas antes de escolher qualquer tipo de ferramenta procure entender exatamente qual é o problema que você tem que enfrentar e, não somente identificar os problemas, mas colocá-los em ordem de importância ou seja, de todos os problemas que você identificar, quais os problemas que, se resolvidos, de fato vão trazer resultado efetivo na minha operação.


Não vejo outra saída a não ser cada vez mais se profissionalizar, cada vez mais se manter informado e agir com precisão.


Viva o profissionalismo no e-commerce brasileiro.

4 visualizações0 comentário